GUIA MINHAS ORAÇÕES

Publicado em Mensagem da semana, por Redação no Cenáculo em 15/06/2020


Leia 2 Coríntios 12.7-10

"Da mesma maneira, também o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza. Porque não sabemos orar como convém, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis" (Romanos 8.26) 

 

Esta é uma espoleta!, disse o pediatra quando meu marido e eu levamos nossa primeira filha para a consulta de um ano. Extrovertida e confiante, Madison cumpriu essa descrição desde então. Sua irmã mais nova, Anna, é diferente. Se alguém de fora da nossa família falasse com Anna quando era mais nova, ela baixava o olhar e enterrava o rosto  no meu pescoço. Preocupada com sua timidez, pedi ao meu grupo de estudos bíblicos que orasse para que ela saísse de sua concha. Algumas mães sábias e experientes disseram que Anna acabaria encontrando seu caminho no mundo à sua própria maneira.
Então me dei conta de que estava orando pela coisa errada – concentrando-me no que me deixaria confortável, mas não pelo que seria confortável para ela. Em vez de orar para que Deus mudasse Anna, eu deveria ter orado para que Deus mudasse a mim.
Quando mudei minhas orações, meu estresse pela timidez de Anna desapareceu. Aos nove anos de idade, Anna surpreendeu a todos quando começou a atuar e cantar e continuou essas atividades no ensino médio. Deus havia trabalhado por meio do Espírito Santo – e de minhas sábias amigas – para conduzir minhas orações de modo que eu permitisse que Anna fosse Anna.

Oração: Senhor amado, ajuda-nos a ouvir a orientação do Espírito Santo e colocar nossas orações no caminho certo. Em nome de Jesus. Amém.
Pensamento para o dia: Quando ouço o Espírito Santo, minhas orações seguem mais plenamente a vontade de Deus.
Oremos pelos pais que se sentem desafiados pela singularidade de um filho ou filha.

| Marcy Farr (Texas, EUA)


Posts Relacionados


Deixe seu comentário:

=