DE GALHOS A FLORES

Publicado em Mensagem da semana, por Redação no Cenáculo em 11/02/2021


flores-galhos-603-800x568.jpg

Leia 1 Reis 19.1-5


Nossa alma espera no Senhor, nosso auxílio e escudo. Salmo 33.20


Por boa parte do ano, arbustos conhecidos como “vassoura-do-deserto” [Baccharis sa-rothroides] parecem uma massa de galhos verdes e desfolhados. Durante seu período de dormência, eles podem passar despercebidos. Quando seus galhos verdes e desfolha-dos são cortados em tamanhos uniformes, amarrados e presos a um longo cabo de ma-deira, eles podem ser usados como utensílio doméstico para varrer detritos. Na primavera, brotos aparecem no arbusto e se abrem em flores amarelas radiantes. Seu perfume glori-oso instiga os passantes a inalar seu adorável odor. Isso faz os longos meses de espera valerem a pena.
Quando eu passo por esses arbustos durante o inverno, lembro-me de que Abraão e Sara esperaram anos para que Deus cumprisse a promessa de um filho. Davi, o pastor, também deve ter sentido a dificuldade da espera entre o tempo em que foi ungido por Samuel e sua coroação como rei.
Então, como as flores no arbusto, a espera foi recompensada. Abraão e Sara tiveram Isaque. Davi foi coroado rei, primeiro de Judá e depois de Israel.
Ao esperarmos em tempos aparentemente inférteis, podemos nos lembrar da lição do arbusto. Os galhos verdes e desfolhados da nossa vida podem florescer, fazendo a espe-ra valer a pena.


Oração: Senhor amado, ajuda-nos a lembrar das flores do passado enquanto esperamos as que estão para chegar. Em nome de Jesus. Amém.
Pensamento para o dia: Aguardarei com expectativa o que Deus tem reservado para mim.
Oremos por alguém que esteja vivendo um tempo infértil.


Mary Hunt Webb (Novo México, EUA)
 


Posts Relacionados


Deixe seu comentário:

=